A falta de ônibus e a urgência da linha 9 da CPTM

Por Bruno Matos

trem

Quem é responsável pela queima de ônibus em São Paulo? Enquanto os poderes públicos tentam equacionar o problema jogando a responsabilidade ora sobre o PCC, ora sobre as empresas de ônibus, os moradores da periferia de São Paulo continuam pagando o preço da falta de planejamento urbano. E a carência de ônibus na periferia, que já é crônica, agora se transformou em estrangulamento cujas consequências são difíceis de imaginar. E aumentou ainda mais a urgência de fazer as obras do metro andarem com rapidez.

A CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) iniciou no mês de novembro de 2013 as obras que visam a ampliação da linha 9-Esmeralda, que atualmente liga o Terminal Grajaú à estação Osasco. O projeto inclui duas novas estações, o que totaliza 4,5 km de trilhos. De acordo com expectativas do Governo do Estado de São Paulo, a extensão do trajeto deve beneficiar cerca de 110 mil pessoas.

A ampliação se divide em duas partes. A primeira, com 2,5 km, ligará a estação Terminal Grajaú à futura estação Vila Natal-Mendes. A segunda vai da Vila Natal até o bairro Varginha. A previsão inicial era de que as obras fossem iniciadas ainda em 2012 e concluídas em meados de 2013. “Essa promessa nunca chegou perto de se cumprir. Apenas após pressões populares, com o protesto organizado pelo coletivo Luta do Transporte no Extremo Sul em outubro de 2013, é que houve as primeiras iniciativas reais de trabalho nessa extensão, com trabalhadores nos locais e instalação de placas informando sobre a obra”, afirma Vinicius Faustino, estudante e militante da Rede de Comunidades do Extremo Sul. “Antes disso, houve apenas remoções de moradias nas imediações da obra – os entulhos dessas remoções estão espalhados por lá até hoje”.

Nos últimos anos, dezenas de linhas que ligavam o extremo sul da capital a outros bairros da região e à zona central foram cortadas; outras foram redirecionadas ao Terminal Grajaú, o que causou a superlotação em horários de pico. “A urgência dessa extensão consiste em que os moradores dessas regiões mais afastadas do Terminal Grajaú precisam realizar inúmeras baldeações para chegar até a estação de trem, fato que demanda um tempo e desgaste ainda maior aos trabalhadores do extremo sul”, destaca Faustino.

O tempo gasto com o transporte público até o local de trabalho é reclamação recorrente por parte dos usuários do extremo sul de São Paulo. “Já estamos distantes do centro da cidade. Agora com a redução de linhas ficou ainda mais complicado se locomover por aqui. A extensão da linha 9 deve vir pra ajudar, mas precisa sair do papel logo” reclama Maiara Baroni, atendente de telemarketing e moradora da Vila Natal. “Os cortes de linhas diretas entre bairro e centro foram manobras que visaram atender somente as demandas dos empresários dos ônibus, fato que prejudicou e muito a população, que nem foi informada sobre toda essa ação de corte. Hoje para chegar ao centro, é necessário pelo menos fazer baldeação nos terminais (Grajaú, Varginha) através de peruas que sempre andam abarrotadas de trabalhadores”, reflete Vinicius.

Os usuários dos trens da CPTM vêem como positiva a extensão da linha 9-Esmeralda, mas apontam outras dificuldades que devem ser sanadas. “A extensão, mesmo que beneficie muita gente, ainda é insuficiente. O ideal seria estendê-la até Parelheiros, onde muita gente também depende do transporte público”, lembra Maiara. Faustino enxerga ainda outras reivindicações a serem feitas. “São demandas a volta das linhas diretas bairro-centro que foram cortadas sem o aval da população da região do extremo sul e ônibus que circulem 24 horas também na periferia”, enumerou o estudante. Hoje o projeto que prevê linhas que permaneçam 24 horas ativas limita a circulação às regiões centrais da cidade.

Advertisements

2 responses to “A falta de ônibus e a urgência da linha 9 da CPTM

  1. Pingback: Movimento Passe Livre – São Paulo » Blog Archive » Luta do Transporte no Extremo Sul: A falta de ônibus e a urgência da Linha 9 da CPTM·

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s