Jardim Primavera é palco de discussão sobre marginalidade artística

Via Periferia em Movimento

huma

Como parte do processo de pesquisa da Cia Humbalada de Teatro para um projeto a ser  desenvolvido em 2014, está rolando desde a semana passada, no Jardim Primavera, um ciclo de discussão sobre arte marginal a partir da relação dos grupos artísticos locais e da população com a represa Billings.

A proposta dos Diálogos Marginais é discutir a marginalidade (tanto geográfica quanto social) nas formas de criação, de produção e de representação entre a produção artística do Grajaú, distrito que é banhado pelas águas da represa Billings, maior reservatório de água do mundo em área urbana.

Dia 19/fev – quarta-feira
Mergulho: O processo criativo como uma construção pedagógica
Convidadas: Carminda Mendes André e Cida Almeida

Dia 20/fev – quinta-feira
Brisa ou vendaval? A geografia como poética do espaço
Convidados: Imargem e Mapa Xilográfico

Dia 21/fev – sexta-feira
Fluxo das Águas: As palavras flutuam
Convidado: Binho do Sarau do Binho

Quando? Sempre às 20hs

Onde? Espaço Cultural Humbalada – rua Jequirituba, 83 – em frente à estação Primavera-Interlagos da linha 9-esmeralda da CPTM.

Mais informações aqui

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s