Liberdade Poética

por Lucas Cabral Pazetto

 

“Liberdade Poética”

Que raio é esse
De certo ou errado
Que os errantes certificados
Dizem ser a poesia?

Que merda é essa
De controle incontrolável
Remédio irremediável
Que tanto se alicia?

Não é por nada
Que o pé esteja no saco
O foda-se no papo
Lotado de injúria

Pois não há ordem
Que ordene o inordenável
Retenha o imensurável
Sem causar penúria.

 

1619658_10152797904681677_815200534_n

Por: Aye Ariza

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s