Movimentos sociais vão às ruas e cidade de São Paulo revive junho de 2013

As manifestações fazem parte das jornadas “Copa sem povo, tô na rua de novo”, organizada pela frente Resistência Urbana. Entenda o movimento que surge com protagonismo nas mobilizações populares no ano da Copa

Por Paulo Motoryn

MTST

Ocupação da sede da OAS, no centro de São Paulo (Foto: Reprodução/Facebook)

O noticiário desta quinta-feira foi surpreendido por uma ação articulada por diversos movimentos sociais. Em diferentes pontos da cidade, manifestantes foram às ruas e fizeram São Paulo reviver junho de 2013. Quando o sol ainda nem havia dado as caras no cinzento céu paulistano, por volta das 4h da manhã, na zona sul, o primeiro protesto já acontecia: prenúncio de um dia com mais outros três atos de grande repercussão na cidade.

Enquanto dois grupos ainda marchavam da região da Guarapiranga até a Ponte do Socorro, a Avenida Paulista, a estação Berrini da CPTM e a estação do Butantã do Metrô já concentravam centenas de manifestantes. Por volta das 9h, os grupos saíram de seus pontos iniciais em direção a locais em que a imprensa e as forças de repressão certamente não imaginavam. Cada um dos atos caminhou até as sedes da OAS, da Odebrecht e da Andrade Gutierrez.

As três empreiteiras são responsáveis por obras dos estádios da Copa do Mundo da Fifa no Brasil. Os atos nas empresas é, de acordo com o MTST (Movimento dos Trabalhadores Sem Teto), são “contra os gastos absurdos com a Copa do Mundo na qual os grandes beneficiados são as empreiteiras, a Fifa e os patrões, enquanto direitos sociais básicos como moradia, saúde e educação são jogados para segundo plano”.

A ocupação das sedes das empreiteiras faz parte de um conjunto de ações articulado pela Resistência Urbana, uma frente para organização conjunta de diversos movimentos sociais: Circulo Palmarino, MFST (Movimento das Famílias Sem Teto), MLP (Movimento de Luta Popular), MPM (Movimento Popular Por Moradia), MSTB (Movimento dos Sem Teto da Bahia), MUST (Movimento Urbano dos Sem Teto), Resistência Camponesa e Urbana do Piauí e o movimento Terra Livre, além do MTST.

O dia de protestos contra as empreiteiras e a especulação imobiliária, também contou com a força das famílias da Ocupação Jardim da União, que realizaram um ato em frente à sede da construtora HE Engenharia, que venceu a licitação para realização de uma obra no terreno que ocupam no Jd. Varginha, no extremo sul de São Paulo.

O MST (Movimento Sem Terra), apesar de não compor oficialmente a frente, engrossou as manifestações desta quinta. A mobilização faz parte das jornadas “Copa sem povo, tô na rua de novo”, organizada pela frente Resistência Urbana, que promete ocupar cada vez mais as ruas em 2014. No site, o movimento afirma buscar “articular e unificar todo um conjunto de demandas do povo pobre das periferias urbanas, a partir do princípio da unidade de classe”.

Leia aqui a “cartilha” da Resistência Urbana, que deve engrossar o clima político nas ruas às vésperas da Copa do Mundo. O movimento se preocupa em colocar pautas claras para seis eixos de demandas políticas: moradia, saúde, transporte, educação, justiça e soberania. Assim, pretende se contrapor ao #nãovaitercopa, série de manifestações contra a Copa sem ligação direta com movimentos sociais consolidados.

As manifestações desta quinta-feira encerraram com a notícia de que a presidenta Dilma Rousseff faria uma reunião com o MTST. Segundo um dos coordenadores do MTST, Guilherme Boulos, o encontro durou 20 minutos e teve a presença do prefeito Fernando Haddad (PT). “A reunião foi positiva. O governo vai estudar a possibilidade de desapropriação do terreno onde está a ocupação Copa do Povo, em Itaquera, para a construção de moradias populares”.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s